Cadastre-se agora e não perca nenhuma oferta

Cadastre-se agora

Como converter a sua TV de analógica para digital

Victoria Victoria 25 nov 2019

Com o avanço das tecnologias, muitos aparelhos ou estão ficando rapidamente defasados, ou precisando de uma atualização urgente. No caso das TV’s digitais, esse mecanismo tem se mostrado bastante promissor, ainda mais porque há a possibilidade de converter os atuais aparelhos analógicos, fazendo com que eles passem a ser digitais.

Vamos saber como fazer isso da melhor forma possível?

Receba novidades do Melhores Ofertas

Como está sendo a migração para a TV digital?

A determinação para que o sinal analógico seja desligado no país vem diretamente o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Anatel. O processo começou a ser feito no país em 2017, e a previsão é que ele seja devidamente concluído até o ano de 2023.

Logo após o desligamento do sinal analógico da cidade, é preciso que o dono de uma TV analógica adapte o seu aparelho para que ele passe a receber um sinal digital, que é o sinal que passará a ficar disponível para assistir canais abertos.

O passo a passo da migração é o seguinte: verificar se há disponibilidade do sinal em sua região, adquirir uma antena UHF conectada à TV para que El receba o novo sinal, conseguir um conversor digital (em caso de modelos muito antigos ou daquelas TV’s de tubo) e, finalmente, sintonizar os canais de forma digital.

Existe ainda um incentivo para que as pessoas migrem seus aparelhos, que é estar no Cadastro Único do governo, recebendo, dessa forma, os conversores de maneira totalmente gratuita. Até o momento, milhões de kits digitais já foram distribuídos.

Como converter a sua TV de analógica para digital
Como converter a sua TV de analógica para digital?

Mudanças com a migração para o digital

Uma das principais mudanças que ocorrerão com essa conversão do analógico para o digital é que tanto a qualidade som, quanto da imagem, recebidas pelo telespectador serão bem melhores. A programação das TV’s, por sinal, continuará a mesmo de sempre. O que vai mudar é que agora dá pra assistir aos seus programas favoritos sem interferências.

Isso acontece pelo fato da imagem digital ser bastante limpa e nítida, tendo mais definição. Além disso, o áudio é recebido em canais diferentes, o que confere uma melhor qualidade nesse aspecto também. Com isso, potencializa-se a transmissão e o conteúdo levado ao público irá parecer “de cinema”.

O recurso de TV digital também tem uma ferramenta muito útil, que é um áudio descrição, que facilita a acessibilidade de quem possui necessidades especiais quanto à visão. Já outras mudanças estão correlacionadas com a mobilidade e a interatividade dos telespectadores quanto ao conteúdo.

Importante frisar que será possível assistir TV em qualquer lugar, especialmente, através dos celulares, além de interagir com aplicativos dos programas em tempo real.

Como fazer a conversão para o digital?

Para fazer a transição do analógico para o digital em sua TV será preciso ter o conversor, seja ele adquirido de forma gratuita do governo, ou mesmo pago. Também é preciso saber qual o tipo de conexão que a TV possui para que ela possa receber corretamente o sinal digital.

Por exemplo: nessas TV’s mais antigas, de tubo, temos duas conexões (uma de áudio e outro de vídeo, localizadas na parte de trás do aparelho, nas cores branca e amarela). Só lembrando que alguns aparelhos ainda têm um conector vermelho, e em algumas que são mais antigas ainda, vai ter somente a conexão para colocar o cabo da antena.

Ou seja, antes de comprar o conversor, é importante informar ao vendedor quais são as conexões presentes no seu aparelho. Dica: tire uma foto dessa parte da TV, e leva à loja, pois facilita bastante.

Isso porque não existe apenas um modelo de conversor, e sim, muitos. Uns que terão conexão para a antena, e que servem para os aparelhos que possuem àquelas saídas de áudio e vídeos mencionadas, e outros que têm duas conexões de metal, um que serve para a antena, e a outra que vai se ligar à TV, servindo justamente para os aparelhos que só possuem uma única conexão (a da antena).

Em suma, observa-se primeiramente a TV que se tem em casa, para depois conseguir o conversor mais adequado para ela.

Como conseguir um conversor digital de maneira gratuita?

Tanto o Governo Federal, quanto a Anatel, uniram-se para possibilitar a migração para a TV digital de todos que possuem um aparelho de televisão em casa. Foi a partir dessa iniciativa que surgiu a Seja Digital, uma instituição não governamental, cujo intuito é operacionalizar a migração do analógico para o digital.

E é através do site dessa instituição que você pode solicitar o seu conversor. O passo a passo para fazer isso é bem simples.

Primeiro, entre no site Seja Digital, e depois digite o seu CPF ou NIS e clique em Buscar. Mesmo que apareça uma mensagem informando que o seu CPF não está cadastrado, ignore-a, e preencha as informações solicitadas, clicando em seguida em Enviar. Em aproximadamente 1 semana você receberá uma SMS pelo seu celular, informado um código para agendar a retirada do conversor.

Como converter a sua TV de analógica para digital
Como converter a sua TV de analógica para digital?

Depois, é entrar novamente na página do Seja Digital, e no mesmo campo do CPF, digite o código recebido. Em seguida, é só fazer o agendamento e imprimir o protocolo. Por sim, é se dirigir aos correios com esse documento e retirar o seu kit totalmente gratuito.

Como saber se a TV já é digital?

Em todos os aparelhos mais recentes, é bem provável que já exista um conversor embutido. Para descobrir isso, vocês tem três alternativas: ou verifica no menu da TV, ou através do manual, ou mesmo verificando isso com o fabricante.

Caso a sua TV seja daquelas de tubo, independente do ano de sua fabricação, ela não é digital. Não sendo de tubo, procure pelo selo DTV, que indica que o aparelho já está preparado para receber o sinal digital, só faltando conferir a antena.

Por fim, caso a TV seja de LED, LCD ou Plasma, mas não possui esse selo mencionado anteriormente, e foi fabricada em 2010 ou antes, é provável que ela não seja digital. Nesse caso, leia o Manuel ou confirme com o fabricante. Caso a sua fabricação tenha sido posterior a 2010, é quase certeza dela ser digital.

Eai, curtiu saber que agora seu sinal mudou para melhor? Então que tal dar uma olhada nos planos de TV por assinatura no Melhores Ofertas, para otimizar ainda mais a qualidade e programação da sua TV? Por lá você confere as alternativas de operadoras como Sky e NET, descobre canais de filmes e séries disponíveis nos pacotes, encontra plataformas de streaming de vídeo e mais. Não perca.

Fique por dentro

Receba as Melhores Ofertas no seu e-mail.

icone newsletter

Notícias relacionadas