Cadastre-se agora e não perca nenhuma oferta

Cadastre-se agora

Como mudar o ID do MacBook?

Felipe Felipe 18 jan 2020

A Apple é a empresa de tecnologia que faz parte do imaginário de milhões de pessoas pelo mundo afora, graças aos seus produtos com design inovador, hardwares de última geração e sistemas operacionais fluidos e fáceis de usar.

Os notebooks da companhia californiana são considerados por muitos os melhores do mercado, sem chance para a concorrência. Com trackpads precisos, teclados imbatíveis e um acabamento de alta qualidade, os MacBooks realmente se destacam no mercado high tech.

O que é um MacBook?

O MacBook é a atual geração de notebooks da Apple disponíveis no mercado. Eles são mais baratos que qualquer computador na linha Mac, exceto o Mac mini, e vão manter a qualidade e confiabilidade da marca Apple. No entanto, houve algumas mudanças nos MacBooks ao longo dos anos. MacBooks substituem alguns antigos notebooks da Apple como o iBook e o Powerbooks, criados ainda em meados de 2006.

Os novos MacBooks são mais finos do que seus antecessores, mas também mais amplos e dinâmicos. Ou seja, eles não são tão pesados fisicamente quanto os antigos iBooks e ainda possuem aspectos internos muito mais avançados.

O novo MacBook tem apenas 13,1 milímetros de espessura e pesa 920 gramas. É uma máquina leve, rápida e pronta para durar um dia inteiro fora da tomada. Ao tornar todos os componentes do Mac mais leves e finos, a empresa conseguiu trazer o futuro da computação móvel para a nossa época de forma mais rápida que o previsto.

O MacBook possui um teclado exclusivo, desenvolvido para que cada tecla e seu próprio mecanismo de funcionamento não atrapalhem a digitação de um texto e, ao mesmo tempo, não comprometam a espessura geral do aparelho. Já a tela possui milhões de pixels capazes de exibir imagens com altíssima fidelidade e brilho. São 2340×1440 pixels dentro de uma estrutura finíssima e com baixo consumo de energia.

Assim, veja abaixo mais informações a respeito do revolucionário MacBook, além de aprender a alterar o ID do aparelho de forma correta e rápida.

Receba novidades do Melhores Ofertas

Pessoa digitando em um teclado de Macbook.
Para alterar o ID do MacBook, primeiro finalize a sessão em serviços e dispositivos que usam o ID Apple

Como mudar o ID do MacBook?

Antes de alterar o ID do MacBook, finalize a sessão em todos os serviços e dispositivos que usam o ID Apple. Se você quiser usar o iPhone, iPad ou iPod touchscreen para alterar o ID Apple, mantenha a sessão iniciada com o ID Apple apenas nesse dispositivo.

Se o ID for um e-mail de terceiro, inicie sessão na página da conta do ID Apple. Clique em “Editar” na parte “Conta” para ver a opção “Acessível Em”. Nessa lista, você verá um ponto de interrogação grande. Ao passar o mouse sobre esse ícone, esta mensagem será exibida: “Este é um alias do endereço de e-mail de seu ID Apple”. A partir daí, basta alterar o ID.

Já se for um e-mail iCloud, inicie sessão na página da conta do ID Apple e clique em “Editar” na seção “Conta”. Passe o mouse sobre o ícone do ponto de interrogação ao lado do e-mail desejado. Se você vir a mensagem “Este é um alias do endereço de e-mail de seu ID Apple”, esse e-mail estará qualificado para a troca de ID.

Dessa forma, embora exista dificuldade por parte de alguns para realizar a troca do ID Apple no MacBook, o trabalho não é muito complicado e pode ser feito em poucos minutos. Contudo, caso você não consiga alterar o ID dessa forma, é recomendável ligar para a autorizada mais próxima para receber indicações sobre o que fazer.

Caso ainda não consiga realizar a troca, a empresa aconselha que o aparelho seja levado fisicamente até uma loja especializada e credenciada pela própria Apple, pois assim será possível trocar o ID ou entender o que está acontecendo com o aparelho e quais são as soluções disponíveis para resolver o problema.

É importante deixar claro que os passos explicados acima foram retirados do site da Apple, que mantém uma página totalmente dedicada a auxiliar os clientes na troca do ID.

Os pontos positivos do MacBook

Todo produto produzido pela Apple possui diversos pontos positivos e costuma ser muito bem planejado, com tecnologias de última geração e, por vezes, até mesmo à frente da sua geração. Não é diferente com o MacBook, que foi pensado para preencher uma lacuna na companhia. Dessa forma, um dos principais diferenciais do MacBook é a tela retina, que possui resolução impressionante e alcança uma qualidade de imagem simplesmente excelente.

A definição é um espetáculo para os olhos, dando realce a detalhes e cores fortes. Há ainda uma tecnologia própria da Apple que torna o MacBook adaptável a ambientes distintos, adequando a quantidade de luz emitida pela tela naturalmente, sem a necessidade de qualquer intervenção humana. Além disso, o painel apresenta bordas menores, o que melhora o visual com o aparelho aberto e torna a sensação de imersão na tela ainda maior.

Outro ponto muito positivo do MacBook é o seu teclado único, que ainda possui uma área de toque extremamente sensível e bastante grande para os padrões de outros notebooks. Com tecnologia especial aplicada ao teclado e à área de touchscreen, a Apple melhorou ainda mais a experiência de uso do aparelho, tornando o MacBook ainda mais desejado por boa parte da população.

Em relação à segurança, a empresa de tecnologia novamente foi muito bem ao adotar práticas mais modernas de criptografia de informações e integralização do ID. Práticas essas muito premiadas pela crítica especializada.

E, para que você aproveite ao máximo a internet do seu MacBook, tenha um serviço de internet de qualidade na sua residência ou escritório, e você encontra algumas opções de Planos de Internet no site do Melhores Ofertas.

Homem sentado à frente de um Macbook, com as mãos apoiadas sobre o teclado.
O MacBook não possui processador tão potente. O foco da Apple foi na leveza e redução de ruído

Os pontos negativos do MacBook

O processador é, com toda certeza, o ponto mais negativo do MacBook. Para quem está acostumado com os processadores extremamente velozes utilizados pela Apple, que diminuem o tempo de resposta da máquina a cada nova atualização, o MacBook não será tão impressionante nesse aspecto. Com um processador não tão potente, a empresa preferiu prezar pela leveza do aparelho, além de ter optado por não produzir muito ruído com o uso do MacBook.

Assim, rodar programas pesados de edição de vídeos ou imagens, além de jogos grandes, pode ser um problema bastante relevante. Portanto, se você pensa em comprar o MacBook para esses fins, talvez seja melhor mudar de ideia.

Fique por dentro

Receba as Melhores Ofertas no seu e-mail.

icone newsletter

Notícias relacionadas